Rebanho

No período de 2015 a 2019 os rebanhos de Suínos, Equinos, galináceos, caprinos e ovinos apresentaram um crescimento no número de cabeças. Indicando um aquecimento do consumo destas carnes. O Rebanho de bovino, apesar da alta dos preços no mercado, se manteve um comportamento aproximadamente constante com uma leve queda em 2018 2 2019. E a criação de codornas, após uma grande queda em 2016, mostra um comportamento de recuperação com o aumento gradual do número de cabeças desde 2017. O maior número de animais é do rebanho galináceo, seguido do bovino, que ocupam juntos XX% de todo o rebanho do estado.

Produção de origem animal

Na atividade do setor, a produção animal conta com vários produtos oriundos da criação destes animais. O setor concentra xx% de sua atividade na produção de leite. No período indicado (2015 – 2019) o valor da produção de ovos, aumentou explicando parte do comportamento de aumento do rebanho de galináceos. Entenda o comportamento da produção dos produtos animais no estado, os gráficos mostram a variação da produção e do seu valor no mercado.

Aquicultura

+A aquicultura aumentou em 5 anos. O aumento do consumo vem se refletindo no aumento da criação de peixes e camarão. Os produtos mais representativos do setor são a tilápia e o tambaqui com xx% do mercado da aquicultura

Lavouras permanentes e temporárias

As lavouras temporárias, do estado, são expressivamente representadas pelo cultivo da cana-de açúcar com a produção de xxx toneladas de cana que representam xx% de toda produção temporária do estado. O valor da produção da lavoura temporária cresceu nos cinco anos observados e houve uma pequena expansão na área cultivada.
As lavouras permanentes, plantações agrícolas que tem um ciclo de produtividade mais longo, tais como a laranja, banana, café e outras frutas aumentaram sua produção de xxxxx toneladas em 2015 para xxxxx toneladas em 2019, um aumento de xx% em 5 anos, este aumento acontece apesar da contínua diminuição das áreas destinadas a colheita.. O produto mais representativo do segmento na Paraíba é a laranja com uma produção de xxxx toneladas. Ocupando os segundo e terceiro lugar na produção permanente, estão a banana e o café, com xxx ton e xxx ton respectivamente.

Lavouras temporárias

Lavouras permanentes