Números da Alimentação Fora do Lar

O setor de alimentação fora do lar possui uma longa cadeia que envolve desde os produtores de alimentos até o sistema de delivery, passando pelo desenvolvimento de produtos, produção de embalagens, marketing e muitos outros. Entre os seus principais tipos de estabelecimento estão bares, restaurantes, quiosques, lanchonetes, foodtrucks, sem falar nas produções home based focadas exclusivamente no delivery de produtos. Quer conhecer mais sobre o setor? Então vem com a gente!

Market Share

A alimentação fora do lar é uma das mais antigas formas de comércio. O setor é tão antigo e tão forte que seja em momentos de abundância ou em momentos de crise, o setor sempre desponta como uma opções mais promissoras para quem deseja empreender. Na Paraíba, o cenário não é diferente. Atualmente, temos 19.361 estabelecimentos registrados, o que corresponde a 20,8% dos estabelecimentos comerciais no estado.

Empresas ativas

Estabelecimentos

empresas
Total de empresas por porte
A força dos MEIs

Outro dado relevante para quem deseja empreender no setor de alimentação é a quantidade de empresas ativas por porte. Na Paraíba, dos CNPJs ativos, são de microempreendedores individuais (MEIs), ou seja % dos empreendimentos. Já as microempresas correspondem a 17,1% dos estabelecimentos.

Diversidade e Segmentação

O mercado da alimentação fora do lar é historicamente reconhecido pela diversidade e alto poder de segmentação. Na Paraíba, esse cenário não é diferente e, para atender a um público com necessidades e vontades bem específicas, nosso mercado segue liderado pelas lanchonetes, casas de chá, suco e similares, com 5.368 estabelecimentos, seguidas pelos restaurantes, com 4.908 estabelecimentos e pelo segmento de comidas preparadas preponderantemente para delivery e take away, com 3.670 estabelecimentos.

Total de empresas
por atividade

Foco no consumidor

Embora existam inúmeras possibilidades de segmentação para os diversos perfis de consumidores, em geral, podemos dividi-los em três categorias gerais, de acordo com suas preferências de consumo: existem aqueles que buscam a experiência gastronômica, existem os loucos por cupons e descontos, e aqueles que sempre optam pelas refeições completas, ou seja: valor da experiência, custo-benefício e consumidor padrão, respectivamente. Além disso, analisar as diferenças entre o ticket médio de cada perfil de consumidor também pode ser um bom começo para entender seu público e oferecer uma experiência cada vez mais personalizada, sem perder o foco no retorno sobre o investimento.

participação dos pequenos negócios de alimentação

Total de Empresas por Atividade

Fonte: Base de Empresas Mercantis, Dezembro 2021 - Receita Federal do Brasil